uro_imagem_protese_peniana

Prótese Peniana

Trata-se de um dispositivo implantado no pênis por meio cirúrgico que tem como objetivo permitir que o homem possa obter ereção. Grande parte das indicações de prótese peniana vem em razão de disfunções eréteis de origem orgânica, como por exemplo:

Vasculopatias e doenças arterioescleróticas difusas, diabete melito, cirurgias pélvicas ou perineais radicais, trauma pélvico, neuropatias, doença de Peyronie, Priapismo seguido de disfunção erétil grave, uso crônico de drogas que interferem na ereção, radioterapia pélvica, hipogonadismo, ou qualquer disfunção erétil que não responda a tratamento clínico.

O implante da prótese peniana é feito internamente, não ficando nada aparente externamente. A função da prótese peniana é proporcionar uma rigidez adequada ao pênis para a realização da atividade sexual. Trata-se de um procedimento cirúrgico seguro e eficiente, com alto índice de satisfação do casal. Não há alteração na vida sexual do homem em relação a libido, desejo, ejaculação, orgasmo.

As cirurgias são realizadas com anestesia local e sedação, são pouco invasivas e de rápida recuperação.

Tipos de Prótese

Os implantes penianos podem ser divididos em dois grupos: os maleáveis (conhecidos como semi-rígidos ou não hidráulicos) e os infláveis (conhecidos como hidráulicos).

Existem vários tipos de próteses penianas:

Próteses Infláveis

Existem vários modelos, tamanhos e fabricantes. São compostas por uma camada de silicone firme que reveste uma outra de silicone macio(gel), ambas envolvendo uma cordoalha de prata ou aço que permite uma boa rigidez na ereção e confere ao implante uma maleabilidade satisfatória. São fornecidas em tamanhos e diâmetros variados. Há também modelos compostos por segmentos proximais ou distais que se encaixam ou são retiráveis, de acordo com a medida dos corpos cavernosos.

A alta pode ser no mesmo dia ou no dia seguinte e o paciente já poderá voltar às atividades normais. A retomada das atividades físicas poderá ser feita em 30 dias após a cirurgia.

Próteses Infláveis

As próteses do tipo infláveis vêm sendo aperfeiçoadas no que concerne aos seus mecanismos, são as que produzem ereções mais semelhantes às naturais de inflação e deflação.

As principais próteses infláveis são:

Prótese de dois volumes

uro_imagem_protese_peniana_dois_volumes

Constitui de dois cilindros infláveis conectados a um reservatório e a uma bomba, tem o reservatório na sua porção mais proximal e a bomba pode ser acomodada na  bolsa escrotal. Essa prótese é considerada satisfatória por oferecer ereção razoável e por ser de fácil manuseio.

Prótese de três volumes

uro_imagem_protese_tres_volumes

Esse modelo de prótese permite ao paciente inflar e desinflar facilmente o implante quando desejar. As próteses de três volumes têm como característica comum a colocação da bomba no escroto, um reservatório abdominal. É o tipo de implante mais utilizado no mundo. A ereção alcançada é plena. Sua maior vantagem quando comparado ao implante maleável é que ela fica imperceptível quando em estado de flacidez.